7 Maneiras Em Que Você Pode Aprender Inglês Mais Rápido, De Acordo Com A Ciência - Melhores Dicas de Inglês
Connect with us
Aprender Inglês Mais Rápido

Aprender Inglês Mais Rápido

7 Maneiras Em Que Você Pode Aprender Inglês Mais Rápido, De Acordo Com A Ciência

Aprender Inglês Mais Rápido

A Ciência Da Aprendizagem De Línguas

A aprendizagem de línguas é um campo de pesquisa muito importante para os cientistas. Isso porque a capacidade de aprender uma língua complexa (complicada) é algo que torna os seres humanos diferentes dos outros animais.

A ciência sabe como o cérebro humano funciona (em sua maioria). A ciência sabe como nós aprendemos e falamos.

Existem muitos e muitos estudos científicos que se concentram em como as pessoas aprendem línguas. Algumas pesquisas são usadas para tentar entender como e por que aprendemos línguas, e algumas são feitas para descobrir os benefícios de se aprender novas línguas. Alguns estudos se concentram em bebês, que são excelentes aprendizes naturais da linguagem, e outros se concentram apenas em adultos.

Isso é muita informação! Então, o que você pode fazer com toda essa pesquisa?

Ao compreender como e porque aprendemos línguas da forma como fazemos, podemos fazer a nossa jornada de aprendizagem de línguas mais rápida e mais fácil.

Você pode começar a aprender Inglês mais rápido agora, graças a alguns estudos científicos! Aqui está como.

Como Aprender Inglês Mais Rápido Com 7 Dicas Científicas

1. Ouça muito Inglês

O que a ciência diz:

Os cientistas que estudam línguas têm um termo especial para uma das maneiras que aprendemos idiomas: aprendizagem de idiomas inconsciente ou implícita. Este tipo de aprendizado acontece quando não estamos sequer tentando.

Isso não acontece sentando em uma mesa e estudando as regras várias e várias vezes. Em vez disso, isso acontece quando ouvimos muito Inglês e quando não estamos prestando muita atenção. O som do Inglês está em segundo plano, e seu cérebro absorve automaticamente os sons, sotaques, palavras e gramática, mesmo que você não esteja ouvindo bem, falando ou tomando notas.

A coisa louca é que nós aprendemos ouvindo, mesmo que não entendamos o que as palavras significam. Estudos após estudos mostram que é possível as pessoas aprenderem qualquer língua, ouvindo desta forma – podemos até aprender línguas falsas (aquelas que Cientistas inventam para suas pesquisas) apenas ouvindo as pessoas falarem elas.

Isso porque quando ouvimos a língua, ouvimos os padrões. É uma maneira mais natural de aprender – as crianças fazem isso o tempo todo. Pense nisso! Quando os bebês são muito, muito jovens, eles não podem falar. Eles só podem ouvir. Eles gastam muito tempo ouvindo antes que eles possam entender completamente o que está sendo dito, e antes que eles possam usar a linguagem por si mesmos.

O que você pode fazer:

Ouça tanto Inglês quanto você puder. Ouça constantemente! Sempre que puder, certifique-se que você tenha algo em Inglês tocando no seu quarto, no seu escritório ou nos seus fones de ouvido.

Assista TV em Inglês, ouça música em Inglês e ouça audiobooks em Inglês. Vá a lugares onde você possa ouvir falantes nativos de inglês conversando entre si. Ouça Inglês tanto quanto você puder. Você não tem que ouvir atentamente – enquanto você está ouvindo você pode apenas passear, apreciar a vista, lavar os pratos, ler um livro, malhar, fazer sua lição de casa, escrever um trabalho ou fazer o seu trabalho diário.

Não importa o que, enquanto os sons de Inglês estiverem entrando nos seus ouvidos e no seu cérebro, você vai aprender mais Inglês do que você imagina!

2. Aprenda as semelhanças

O que a ciência diz:

Uma das coisas mais difíceis de aprender uma nova língua é aprender todos os sons novos. A língua Inglesa pode até ter alguns sons que a sua língua nativa nunca usa!

Existem boas notícias, porém – de acordo com este estudo, todos nós nascemos com uma compreensão de quais sons fazem sentido e quais não. Mesmo que as línguas possam ser muito diferentes, todos elas compartilham algumas semelhanças.

Por exemplo, apesar de algumas palavras em inglês começarem com as letras “BL” (como “blink”), você provavelmente nunca vai ouvir uma palavra começando com as letras ‘LB’. Tente fazer esse som. É estranho! Alguns sons simplesmente não fazem sentido, mesmo para os bebês que não sabem nenhuma palavra.

O que você pode fazer:

Mantenha isso em mente quando você estiver aprendendo Inglês.

Se você ouvir uma palavra ou um som que pareça impossível, há uma chance de que seja impossível! Se você sabe que alguns sons são muito improváveis de acontecer no Inglês, você pode aprender a soletrar com mais facilidade.

Por exemplo, se você está tentando escrever a palavra “ghost” e você não tem certeza se o h vem antes ou depois do g; tente dizer em voz alta.

Se você tentar dizer “hgost,” o som “HG” parece impossível de pronunciar, não é? Mas o som “GH” em “ghost” é possível. Use isso!

3. Aprenda sons novos separadamente

O que a ciência diz:

Aprender Inglês muda a forma como o cérebro funciona. Surpreendentemente, aprender uma nova língua realmente faz o seu cérebro crescer! Um estudo descobriu que, à medida que aprendemos uma língua, partes do nosso cérebro crescem mais. Quanto maior for o crescimento, mais fácil o novo idioma será para você aprender.

Uma parte ainda mais interessante da experiência neste estudo, no entanto, mostrou que nossos cérebros reagem de forma diferente a diferentes sons. Por exemplo, as letras L e R podem ser difíceis para os alunos ouvirem, especialmente se a língua nativa deles tiver apenas uma letra para ambos os sons (como o japonês). O experimento mostrou que, quando os falantes de inglês ouviram as letras L e R, duas partes diferentes do cérebro deles reagiram aos sons. Japoneses só tiveram uma área de reação.

O que você pode fazer:

Antes que você possa falar e compreender Inglês como um nativo, aprenda os sons do inglês. Este é um ótimo post cheio de informações sobre diferentes sons em inglês e como pronunciá-los.

Encontre os sons que são os mais difíceis para você entender ou pronunciar e estude-os ainda mais.

Algumas experiências mostram que ouvir sons desacelerados pode ajudar a aprendê-las em menos de uma hora. Agora isso é rápido!

Você não precisa de nenhum software especial para desacelerar sons – o YouTube pode fazer isso por você! Encontre alguns vídeos de falantes nativos usando o som (ou sons) que você precisa de ajuda. Aqui está um ótimo, com palavras diferentes que usam as letras R e L.

Para alterar a velocidade, clique no ícone de configurações no canto inferior direito do player de vídeo (ele se parece com uma pequena engrenagem ou roda). Em seguida, clique em “velocidade” e escolha uma velocidade que seja inferior a 1.

Tente ouvir a 0,25 da velocidade durante 10 minutos, em seguida, 0,5 por mais 10. Em seguida, reproduza o vídeo em velocidade normal. Faça isso algumas vezes com diferentes sons e você vai notar que está ficando mais fácil e mais fácil ouvir a diferença entre sons difíceis, isto é o seu cérebro crescendo!

4. Use associações de palavras

O que a ciência diz:

Quando você usa associações de palavras você está conectando palavras com outras palavras, sons, movimentos, ideias ou imagens. Quando você ouve o som “woof”, você o associa – o liga – com um cão. Quando você vê uma imagem de um sol, você pensa imediatamente nas palavras “sun”, “warm” e “hot”. Você não tem que gastar tempo pensando nisso, estas palavras vêm à sua mente automaticamente.

Aprender palavras através de associações não é apenas divertido, é uma forma muito útil de acelerar o seu aprendizado de Inglês. Os cientistas usaram este estudo para analisar a linguagem gestual, a linguagem que as pessoas surdas usam para se comunicar e que usa as mãos e dedos em vez de sons para formar palavras.

Um experimento mostrou que é muito mais fácil lembrar os sinais que se parecem com as palavras que eles representam. Isto significa que é mais fácil lembrar a palavra gestual “comer” porque parece que uma pessoa está comendo. É mais difícil aprender palavras quando o movimento das suas mãos não está ligado à ideia tão fortemente.

O que você pode fazer:

Quando você está aprendendo novas palavras, tente aprendê-las em grupos. Combine uma palavra com uma imagem, um movimento ou com outra palavra. Quando você tem essa conexão forte em sua mente, será mais fácil lembrar dela.

Tente usar suas mãos e corpo para mostrar o significado das palavras que você está aprendendo, pelo menos até você se lembrar dela por conta própria. Você também pode tentar desenhar algumas imagens em vez de escrever as definições.

Para uma atividade divertida, tente transformar as palavras no que elas significam. Você pode encontrar algumas ideias usando a busca de imagem do Google. Fazer isso não só te ajudará a lembrar o significado, mas também a ortografia!

5. Lembre-se dos padrões, não das regras

O que a ciência diz:

Assista ao primeiro minuto deste vídeo.

Você pode repetir o padrão? O quão bem você pode se lembrar e repetir os padrões pode significar muito em relação a quão facilmente você pode aprender uma nova língua.

Neste estudo, foi mostrado aos estudantes um grupo de formas, uma após a outra. Os estudantes que eram melhores em encontrar padrões nas formas, também foram os melhores em aprender hebraico. Línguas são compostas de padrões, e quanto mais fácil for para você encontrar estes padrões, mais fácil será aprender uma nova linguagem.

O que você pode fazer:

Você já pode ter gastado algum tempo aprendendo as regras da gramática e ortografia em Inglês. Em vez de pensar nelas como regras, tente se lembrar dos padrões.

Olhe para o tempo passado regular, por exemplo. A regra diz que “para mudar um verbo regular em sua forma de pretérito, adicione -ED ao final do verbo.” Se você puder se lembrar disso apenas lendo a sentença, ótimo! Para a maioria de nós, porém, é difícil entender a regra a menos que a vejamos sendo usada.

Para aprender a regra como um padrão, basta olhar para um grupo de verbos regulares e suas versões no passado:

Rain – Rained

Want – Wanted

Learn – Learned

Você vê o padrão? Vamos dar mais um passo. Há uma diferença entre este próximo grupo de verbos e o grupo anterior.

Plan – Planned

Rot – Rotted

Stop – Stopped

Viu a diferença aqui? Qual é o padrão? A regra desses últimos três verbos diz que “quando um verbo termina em consoante – vogal – consoante, a última letra é escrita duas vezes antes do -ED ser adicionado.”

Então, da próxima vez que você tiver problemas para memorizar regras, olhe para os padrões em vez disso.

6. Aprenda frases, não palavras

O que a ciência diz:

Algumas palavras têm um significado por conta própria, mas um significado completamente diferente quando elas estão juntas com outras palavras. À medida que ouvimos ou lemos uma frase em Inglês, olhamos para estes grupos.

Na frase “I ran around,” você está dizendo que você correu sem um objetivo. Se você adicionar apenas duas palavras, ela se transforma em “I ran around the park”, que tem um significado completamente diferente. Você aprende mais e mais informações sobre a frase e as palavras nela conforme você escuta.

Isso pode não parecer tão surpreendente, mas até recentemente linguistas (pessoas que estudam línguas) pensavam que ouvíamos uma frase inteira e, em seguida, dividíamos ela em partes. Um estudo explica que a ordem das palavras pode ser mais importante do que a frase inteira.

Pense nisso desta maneira: “Bread and butter” e “butter and bread” têm o mesmo significado, mas apenas uma tem a ordem certa das palavras (bread and butter).

O que você pode fazer:

Aprender palavras por você mesmo pode ser difícil, já que muitas palavras têm mais de um significado. Conhecer apenas uma palavra não significa que você será capaz de realmente usá-la. Então, quando você aprender novas palavras, aprenda como elas são usadas ​​em frases, sentenças e em conversas.

A palavra “retrospect”, por exemplo, significa olhar para trás para alguma coisa. Você provavelmente nunca vai ouvi-la sendo usado sem a palavra “in” antes: “in retrospect, I shouldn’t have eaten the whole cake.” Saiba como as palavras são agrupadas e você vai soar mais natural quando você falar.

7. Aprenda com música

O que a ciência diz:

Você se lembra das músicas fofas que você aprendeu quando você era muito jovem? Eu aposto que você ainda pode cantar as músicas que a sua mãe ou que os seus professores te ensinaram. Mas você aprendeu essas músicas a muito tempo atrás! Como você pode ainda se lembrar tão bem?

Quando você é uma criança, a música é muito importante para a aprendizagem de uma língua. É por isso que as crianças têm canções para ajudá-las a se lembrar de números e letras, a aprender como as vogais funcionam e a aprender novas palavras. A repetição de canções e músicas ajudam as crianças a se lembrarem de partes importantes da linguagem.

Adultos aprendem mais fácil com a música, também. As competências linguísticas são geralmente vistas como muito importantes e a música como não tão importante. Mas de acordo com um estudo, a forma que aprendemos tanto a música quanto a linguagem são muito semelhantes, e ambas são muito importantes! Aprendemos que “ba” e “da” soam diferente, da mesma maneira que nós aprendemos que um trompete e um piano soam diferente.

O que você pode fazer:

A linguagem é quase um tipo de música por si só. Aprender habilidades de idioma usando a música, torna o aprendizado mais fácil e mais rápido. Há muitas canções para aprender Inglês, muitas das quais você pode encontrar no YouTube ou aqui mesmo no FluentU. Ouça as músicas e cante junto com elas, e você estará falando como um nativo em breve!

Não existem atalhos reais para aprender Inglês rapidamente, mas a ciência provou que algumas dicas funcionam melhor e mais rápido do que outras.

De acordo com estudos e experimentos científicos, as dicas acima vão ajudá-lo a aprender Inglês melhor e mais rápido.

E conforme você aprender e crescer, o seu cérebro também vai!


Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Newsletter Signup

Inglês.TIPS © 2019. Todos os direitos reservados.-· Termos de Uso - Política de Privacidade - Conteúdo autoral, vigiado e protegido pelo DMCA. Proibido copiar e/ou reproduzir (todo ou em partes) sem autorização prévia.

DMCA.com Protection Status

Newsletter Signup

Pin It on Pinterest

Share This